Angelina Jolie diz que sistema internacional de ajuda aos refugiados parou de funcionar

© AFP 2022 / SAFIN HAMEDAngelina Jolie, atriz americana e embaixadora do ACNUR, visita o campo de refugiados iranianos em Khanke
Angelina Jolie, atriz americana e embaixadora do ACNUR, visita o campo de refugiados iranianos em Khanke - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A atriz americana, Angelina Jolie, que também exerce o cargo de Embaixadora da Boa Vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas (ONU), acredita que o sistema internacional de ajuda internacional aos refugiados parou de funcionar.

De acordo com a BBC, Jolie considera que “a quantidade de conflitos e a escala dos deslocamentos aumentaram tanto”, que o sistema, criado para proteger e garantir o retorno dos refugiados, deixou de funcionar. Junto a isso, a atriz alertou para a existência de um crescente “medo de refugiados” em país que estão a cada vez mais tentando se proteger dos migrantes.

Refugiados em centro de recepção para imigrantes em Roszke, na Hungria, em 4 de setembro de 2015 - Sputnik Brasil
ACNUR: medidas para barrar refugiados na Hungria violam convenções internacionais
A Europa vive hoje a maior crise migratória desde os tempos da Segunda Guerra Mundial, provocada, antes de tudo, por uma série de conflitos armados e problemas econômicos em países do Oriente Médio e do Norte da África. Dados recentes da agência de fronteiras UE Frontex, mostram que em 2015 a União Europeia recebeu 1,8 milhão de migrantes, dos quais mais de 1 milhão foi acolhido pela Alemanha, segundo informa o seu Ministério do Interior.

O aumento do fluxo de refugiados fez com que países como Bélgica, Dinamarca, Alemanha, Hungria, Áustria, Eslovénia, Suécia e Noruega adotassem medidas mais rígidas de controle de suas fronteiras.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала