Raios mataram 59 pessoas em três dias no Bangladesh

© Marcos Ozanan/Jornal A PlateiaRaios
Raios - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em apenas três dias, 59 pessoas morreram vítimas de raios no Bangladesh, informou neste domingo (15) o responsável pelo Departamento de Gestão de Catástrofes do país asiático, Reaz Ahmed.

Segundo ele, o número tão elevado de fatalidades é um recorde sem precedentes mesmo num país acostumados às tempestades tropicais antes das monções.

“Nunca tínhamos registado um número tão elevado de mortos devido aos raios" – disse o representante.

Segundo ele, a maioria das vítimas é de camponeses atingidos enquanto trabalhavam em arrozais. Diante das mortes, as autoridades locais anunciaram o lançamento de uma campanha de informação sobre os perigos dos raios.

De acordo com o Departamento de Gestão de Catástrofes, desde 2011, os raios costumam matar cerca de 200 pessoas por ano no Bangladesh.

Para o meteorologista Shah Alam, o aumento do número de vítimas foi motivado pelo desmatamento sobretudo das árvores mais altas, como as palmeiras, que funcionam como para-raios.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала