Bangladesh executa líder islâmico por crimes de guerra

© NatroNet 🔗 TeknobinIn November Daesh (ISIS/ISIL) published a 14 minute training video reportedly filmed in a camp somewhere between Afghanistan and Pakistan
In November Daesh (ISIS/ISIL) published a 14 minute training video reportedly filmed in a camp somewhere between Afghanistan and Pakistan - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na quarta-feira o Bangladesh executou o líder islâmico Motiur Rahman Nizami, de 73 anos, acusado de crimes de guerra cometidos em 1971 durante a guerra civil no Paquistão, informou a mídia.

Nizami foi enforcado na prisão central em Daca, capital do país, logo depois da meia-noite (00h01 hora em Brasília) por genocídio, estupros e torturas, informou a agência Al Jazeera.

Autoridades internacionais estão preocupadas com o número de casos de pena de morte na Arábia Saudita - Sputnik Brasil
Autoproclamado líder do Daesh nos EAU é condenado a prisão perpétua
O líder do Partido islâmico Jamaat-e-Islami foi condenado à morte em outubro de 2014.  Na quinta-feira (5) o Tribunal Supremo do Bangladesh recusou o apelo para rever a sentença de pena capital.

A guerra civil deflagrou no Paquistão em 1971, quando o país foi dividido em duas partes, quando o Paquistão Ocidental lançou uma operação militar no Paquistão Oriental para evitar a separação e a independência deste.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала