Dezenas milhares de pessoas participam da parada de vitória em Donetsk

© Sputnik / Sergei Averin / Abrir o banco de imagensA celebração do Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial na região de Donetsk
A celebração do Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial na região de Donetsk - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Nesta segunda-feira, a Rússia celebra o Dia da Vitória na Segunda Guerra Mundial. Na região de Donetsk também se realizou uma parada militar, com a participação de dezenas milhares de pessoas, incluindo representantes da missão da OSCE.

A parada na Síria (base aérea de Hmeymim) - Sputnik Brasil
Base aérea russa na Síria também organiza parada da vitória
Pela rua principal da cidade passaram grupos solenes dos vários ramos das forças armadas da República autoproclamada de Donetsk, e depois equipamentos militares. A coluna foi liderada por um automóvel “Polutorka” (este nome em russo do automóvel tem a ver com suas características: é capaz de transportar até 1500 kg de peso) e um “Katyusha”, restaurados especialmente para esta data festiva. Depois da parada começará a marcha ‘Regimento Imortal’.

Na comemoração participou o líder da República de Donetsk, Aleksandr Zakharchenko, o ministro da Defesa Vladimir Kononov e outras entidades, disse o correspondente da RIA Novosti.

Em 9 de maio de 2016, membros da fundação Memória colocam em um caixão os restos de seis soldados soviéticos mortos em combates durante a Segunda Guerra Mundial. O objetivo é serem enterrados em Yurievka, a 25 km ao oeste de Kiev. - Sputnik Brasil
Tudo tranquilo na Ucrânia no Dia da Vitória
Os representantes da missão do ESCE também participaram na parada militar em Donetsk. Eles inspecionaram todo o equipamento militar e depois vão acompanhar o seu regresso aos pontos de estacionamento, disse aos jornalistas o chefe do comando operacional “Donetsk”, Denis Sinenkov.

“A OSCE acompanhou a parada, revistou o equipamento militar. Depois da parada, nós deslocaremos todo o equipamento aos pontos de estacionamento. Agora o equipamento está sendo retirado da cidade. A missão de vigilância está verificando os números. E à noite, quando as ruas estiverem desocupadas, nós deslocamos o equipamento para os pontos de estacionamento”, disse ele.

Em fevereiro de 2014 um golpe de Estado em Kiev promoveu a mudança do poder na Ucrânia. Preocupadas com a política das novas autoridades do país, as populações das regiões de Donetsk e Lugansk, no sudeste do país, e que juntas formam a região de Donbass, rejeitaram a legitimidade do novo gabinete em Kiev. Em meados de abril de 2014, a Ucrânia deu início a uma operação militar para reprimir de forma violenta os ânimos independentistas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала