- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Historiador da USP destaca importância do Dia da Vitória na Rússia

ENTREVISTA COM ANGELO SEGRILLO 2 DE 09 05 16
Nos siga noTelegram
O historiador Ângelo Segrillo, especialista da USP em Rússia e Ásia, explica o significado do 9 de Maio, o Dia da Vitória, para a Rússia e para o mundo.

Um desfile militar monumental marcou nesta segunda-feira, 9 de maio, as comemorações em Moscou pelo Dia da Vitória. Nesta data, no ano de 1945, as tropas da então União Soviética entraram em Berlim, decretando a derrota da Alemanha nazista e o consequente fim da Segunda Guerra Mundial, que os russos chamam de Grande Guerra Patriótica.

Cosmonautas russos caminham no espaço - Sputnik Brasil
Dia da Vitória: Cosmonautas da EEI enviam mensagem antifascista à Terra

Falando à Sputnik Brasil sobre esta data e suas comemorações, o Professor Ângelo Segrillo, da Universidade de São Paulo, especialista em História da Rússia e da Ásia, destacou que o evento tem caráter festivo na Rússia, por representar o triunfo soviético diante da maior tragédia do século XX, a Segunda Guerra Mundial.

“O país tem razões para se orgulhar”, diz o Professor Segrillo. “Mesmo tendo perdido 27 milhões de pessoas no conflito, a então União Soviética soube se impor diante de Hitler e do nazismo, e triunfar sobre eles. Este orgulho nacional e a certeza de terem abatido uma ideologia criminosa e anti-humanitária é que dá aos russos o direito de comemorar com um grande feriado nacional a data de 9 de maio.”

Ângelo Segrillo comenta que “para nós, aqui no Brasil, é um pouco difícil perceber a importância para os russos, porque, apesar de o Brasil ter participado da guerra, ela foi um fenômeno em outro continente. Na Rússia, não, a guerra foi basicamente em seu continente, em seu próprio país”.

Bandeira soviética - Sputnik Brasil
Mídia americana frisa papel ‘fundamental‘ da URSS na Segunda Guerra Mundial

“Morreram na Segunda Guerra Mundial de 50 a 70 milhões de pessoas, dependendo da avaliação, e, dessas, de 20 a 27 milhões de pessoas teriam morrido na União Soviética, ou seja, quase 40% de todos os mortos na Segunda Guerra Mundial foram de um só país, a União Soviética. Dá para sentir o peso, como foi difícil aquela vitória. Poderia se pensar que morreram mais pessoas porque eles estariam mal preparados, mas não foi assim. Os alemães concentraram a maioria dos seus esforços lá. 80% das mortes dos alemães na Segunda Guerra foram na frente oriental, relacionada à União Soviética. Ou seja, o grande peso da Segunda Guerra Mundial foi ali, o sofrimento foi imenso, e por isso os russos comemoram tanto essa vitória. Custou muito a eles.”

O Professor Ângelo Segrillo conclui:

“A história seria muito diferente se a Alemanha tivesse conquistado a Rússia. Se a Alemanha tivesse se apoderado da União Soviética, talvez tivesse vencido a guerra. Aquela vitória foi muito importante para os russos e também para o mundo inteiro.”

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала