Militantes do Daesh atacam curdos iraquianos com arma química

© AFP 2022 / MARWAN IBRAHIM Ataque com amas químicas
Ataque com amas químicas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os militantes do Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia) usaram foguetes com gás de cloro durante os combates no Curdistão iraquiano contra os combatentes curdos peshmerga, vários soldados foram feridos, informou o site da União Patriótica do Curdistão nesta segunda (9).

"O grupo Daesh atacou aos combatentes peshmerga na região de Al Kuwayr (a 50 quilômetros de Mossul). Os militantes lançaram 12 foguetes com produtos químicos", cita o site o representante dos peshmerga. No ataque foram feridos seis combatentes curdos.

Militares das Forças Armadas dos EUA - Sputnik Brasil
Soldados norte-americanos vão treinar curdos na Síria
Quase ao mesmo tempo, de acordo com a União Patriótica do Curdistão, os islamitas usaram morteiros cheios de cloro contra os curdos na província de Kirkuk. De acordo com o site, vários soldados ficaram feridos e sofreram de insuficiência respiratória.

Antes a mídia informou que os militantes do grupo Daesh iniciaram a produção de foguetes com cloro e outras armas químicas na base de laboratórios da Universidade de Mossul.

O Curdistão iraquiano é uma autonomia no norte do Iraque, que estabeleceu o seu estatuto na década de 90. A autonomia tem seu próprio governo, parlamento e presidente, bem como forças armadas – os peshmerga (literalmente ‘aqueles que enfrentam até a morte’), que conta com cerca de 120 mil homens.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала