Usuários apelam contra Facebook por obtenção indevida de dados pessoais

CC0 / Pixabay / Facebook
Facebook - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os usuários do Facebook recorreram à justiça contra a maior rede social por colheita “ilegal” de dados biométricos, informa a agencia Reuters.

Os autores da petição, moradores do estado de Illinois (EUA), afirmam que o Facebook colheu os dados biométricos deles usando uma função de identificação que prevê a colocação de marcas em fotos.

Então, segundo eles, a companhia violou a lei do Estado sobre a confidencialidade de dados biométricos (BIPA na sigla inglesa).

Depois o caso foi levado a um tribunal da Califórnia. O Facebook decidiu usar este fato e submeteu uma petição, afirmando que o acordo de licença de usuário final prevê o processo judicial na Califórnia em conformidade com a lei estadual, e que a BIPA não tem nada a ver com o assunto das “marcas”. Mas o juiz californiano, considerando que este caso pode ser investigado neste estado, recusou a petição.

A rede social Facebook, com a sede em Menlo Park na Califórnia, foi fundada em fevereiro de 2004 pelo estudante universitário americano Mark Zuckerberg, naquela altura com 19 anos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала