Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pelo menos 40 jornalistas morreram no mundo todo desde o início de 2016

© AFP 2021 / SERGEI SUPINSKYJornalista trabalha em área de conflito no leste da Ucrânia
Jornalista trabalha em área de conflito no leste da Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga no
Pelo menos 40 jornalistas morreram em 18 países do mundo desde o início de 2016, informou o relatório da organização independente Press Emblem Campaign (PEC) sediada em Genebra.

Correspondentes de guerra sírias Aurora Isa (esquerda) e Samar Abbas (direita) - Sputnik Brasil
Mulheres sírias nas linhas de combate
A organização também elaborou um índice para avaliar os países mais perigosos para a prática do jornalismo. A maioria dos jornalistas morreu no Afeganistão — oito no total. No México e no Iêmen morreram 5 jornalistas, respectivamente, e no Iraque e na Turquia foram três mortes em cada país. Na Síria e no Paquistão foram registradas duas mortes de jornalistas por país, segundo i relatório da PEC.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала