Boxeador filipino é alvo dos terroristas do Daesh

© AFP 2022 / NOEL CELISManny Pacquiao, boxeador filipino
Manny Pacquiao, boxeador filipino - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O famoso pugilista filipino Manny Pacquiao estava entre os alvos de sequestro da organização terrorista Abu Sayyaf, afiliada ao Daesh (autodenominado Estado Islâmico), que na segunda-feira (25) decapitou o refém canadense John Ridsde e mantém vinte estrangeiros como reféns, disse o presidente filipino Benigno Aquino, citado pela NBC News.

"Aparentemente, planejaram sequestrar Manny Pacquiao ou um de seus filhos", revelou o presidente.

De acordo com ela, o objetivo do ato era exigir a libertação de alguns dos membros do grupo terrorista que permanecem na prisão. Aquino explicou que sua irmã, a atriz Kris Aquino, também estava entre os alvos e que ele mesmo recebeu ameaças de organização jihadista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала