Forças russas em Palmira funcionam de fato como forças de manutenção da paz

© Foto / Ministério da Defesa da RússiaExperts from Russia's International Mine Action Center in Palmyra
Experts from Russia's International Mine Action Center in Palmyra - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As tropas russas na cidade síria de Palmira de fato desempenham o papel de forças de manutenção da paz, disse o vice-ministro russo Anatoly Antonov nesta quarta-feira (27).

“Hoje – eu queria sublinhar isso – as nossas tropas desempenham sobretudo o papel não só de soldados, mas sim de forças de manutenção da paz, proporcionando assistência às autoridades sírias na restauração da vida normal”, disse Antonov a jornalistas.

Parte histórica de Palmira destruída pelos terroristas do Daesh, Síria, 27 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Lavrov: Palmira poderá receber visita de especialistas da UNESCO muito em breve
Ele explicou que a Rússia abastece os civis sírios com alimentos e água, acrescentando que os engenheiros militares russos já desminaram a maior parte de Palmira. Eles acabaram a desativação de minas na parte histórica da cidade na semana passada.

O exército sírio, apoiado pela aviação russa, libertou completamente a antiga cidade síria de Palmira dos terroristas do Daesh no fim de março. Os terroristas, durante o tempo que controlaram a cidade (um ano), destruíram uma parte das ruínas históricas da cidade, que são consideradas Patrimônio Mundial da UNESCO. Entretanto, a UNESCO aprovou unanimemente a resolução russa sobre a restauração de Palmira.

Lembramos que, neste momento, na Síria existe uma trégua, que entrou em vigor em 27 de fevereiro, após um acordo internacional apoiado por Rússia e Estados Unidos para suspender os conflitos no país e garantir o envio de ajuda humanitária à população. A medida, no entanto, não contempla grupos terroristas como o Daesh e a Frente al-Nusra, que seguem sendo atacados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала