EUA não querem incluir Ahrar al-Sham e Yeish al-Islam na lista de grupos terroristas

© AFP 2022 / ABD DOUMANYZahran Alloush, líder do grupo terrorista Jaish al-Islam na Síria
Zahran Alloush, líder do grupo terrorista Jaish al-Islam na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O porta-voz oficial do Departamente de Estado, Mark Toner, declarou nesta quarta-feira (27) que os EUA são contrários à inclusão dos grupos armados sírios Ahrar al-Sham e Yeish al-Islam na lista de organização terroristas, por considerar que tal medida seria prejudicial ao processo de regulação do conflito civil no país árabe.

"Pensamos que isso teria consequências desastrosas para o cessar-fogo, num momento em que tentamos alcançar o diminuição do conflito" – declarou Toner em entrevista coletiva.

Ele explicou que atualmente esses grupos fazem parte do acordo de trégua. "Não queremos que isso aconteça. Não consideramos isso construtivo" – acrescentou Toner.

Lavrov comenta acordo sobre cessar-fogo na Síria - Sputnik Brasil
Lavrov: Ahrar al Sham e Yeish al Islam apoiam Daesh
Na terça-feira (26), o ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, disse que os grupos Ahrar al-Sham (“Povo Livre do Levante”) e Jaysh al-Islam (“Exército do Islã”), cujos representantes participaram nas conversações de paz realizadas em Genebra, têm demonstrado apoio ao Daesh.

Mais tarde, o representante permanente da Rússia na ONU, Vitaly Churkin propôs incluir ambos os grupos na lista do organização terroristas do Conselho de Segurança da ONU.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала