Esfriamento das relações russo-turcas é culpa de forças externas

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensBandeira turca sobre a embaixada da Turquia em Moscou, Rússia, abril de 2016
Bandeira turca sobre a embaixada da Turquia em Moscou, Rússia, abril de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As relações entre a Turquia e a Rússia se agravaram por causa terceiras forças, opinou o ex-ministro turco para os assuntos da União Europeia, Egemen Bagis.

“A Turquia e a Rússia são vizinhos de longo prazo, aliados de longo prazo. Em relação a muitos assuntos complicados e significativos, os dois países manifestaram-se tomando posições idênticas. Infelizmente, acontece que a falta de compreensão mútua e terceiras forças prejudicam as relações. A deterioração das relações entre a Turquia e a Rússia é culpa de forças terceiras. Ninguém pode prejudicar a amizade entre os povos turco e russo. Penso que em breve começará uma nova etapa nas relações dos dois países”, disse à agência noticiosa RIA Novosti.

O presidente russo, Vladimir Putin, em encontro com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, em Ancara, em dezembro de 2014 - Sputnik Brasil
'Relações com Rússia são muito valiosas para serem sacrificadas', diz porta-voz de Erdogan
Segundo ele, a parte turca já começou a normalização das relações.

“Esperamos por uma iniciativa análoga da parte russa“, sublinhou.

As relações entre a Rússia e a Turquia se agravaram após 24 de novembro de 2015, quando um caça turco F-16 abateu um bombardeiro russo Su-24 no espaço aéreo da Síria.

Vladimir Putin classificou o abate como “um golpe nas costas” por parte de pessoas que apoiam os terroristas e assinou um decreto sobre a aplicação de restrições especiais contra a Turquia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала