Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Sigilo: Pentágono não comenta diálogo com Moscou sobre envio de seus militares à Síria

© flickr.com / Andrés FelicianoPentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA
Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga no
O porta-voz do Pentágono Peter Cook se recusou a comentar a possibilidade de os EUA se reportarem à Rússia com um pedido de ajuda para garantir a segurança de militares norte-americanos na Síria.

Nesta segunda-feira (25), jornalistas perguntaram ao representante do Pentágono se Washington pediria à Moscou para não realizar ataques aéreos contra regiões para onde seus militares serão enviados.

"Nós indicamos previamente a região geográfica em que Moscou foi solicitada a não realizar seus ataques aéreos. Não irei comentar que conversar nós teremos no futuro" – disse Cook.

Soldado norte-americano (Foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Coerência surpreendente: Casa Branca confirma envio de 250 militares à Síria
"Tomaremos medidas adicionais para garantir a segurança de nossos militares e limitar o risco que eles irão se deparar. Mas eu não falarei sobre conversas concretas com os russos, que nós teremos no futuro ou tivemos no passado" – acrescentou o porta-voz.

Os militares russos e americanos possuem um canal de comunicações voltado para evitar possível conflitos no espaço aéreo da Síria. O Pentágono insiste os contatos com Moscou não vão além desse nível de cooperação no país árabe, e que os EUA tampouco possuem planos nesse sentido.

Os presidente dos EUA anunciou nesta segunda-feira o envio de 250 militares americanos à Síria, para ajudar seus aliados locais a combater o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) naquele país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала