Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Damasco responsabiliza Arábia Saudita e Jordânia por escalada do terrorismo na Síria

© AFP 2021 / AMC / FADI AL-HALABI Jihadistas de Frente al-Nusra affiliada a Al-Qaeda's entram na cidade de Alepo no norte da Síria
Jihadistas de Frente al-Nusra affiliada a Al-Qaeda's entram na cidade de Alepo no norte da Síria - Sputnik Brasil
Nos siga no
A incapacidade da Jordânia e da Arábia Saudita de elaborar uma lista única dos grupos terroristas provocou a atual escalada do terrorismo na Síria. A informação é do chefe da delegação do governo sírio nas conversações sobre a situação no país em Genebra.

Membros da delegação de Damasco nas negociações sobre paz na Síria após encontro com o enviado especial da ONU para Síria Staffan de Mistura. Genebra, 18 de abril de 2016 - Sputnik Brasil
Damasco envia pedido de ajuda à ONU para combater terrorismo na Síria
“Tudo começou quando foi delegado à Arábia Saudita elaborar a lista dos que são opositores e os que não são, e dos que são terroristas e os que não são, e o resultado foi a participação de terroristas nas delegações em Genebra”, disse Jaafari. 

Segundo o chefe da delegação do governo sírio, “hoje estamos pagando por esta postura da Arábia Saudita e Jordânia”. 

Uma nova rodada de negociações sírias começou em 13 de abril, em Genebra, sendo composta pela delegação do governo da Síria e e o Alto Comitê de Negociações (ACN), formado pela delegação da oposição formada nos encontros em Moscou e Cairo. 

A guerra civil da Síria já acontece há mais de cinco anos entre as forças governamentais e grupos armados da oposição e organizações extremistas como Daesh (Estado Islâmico) e a frente al-Nusra.   

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала