Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Mujica abre Marcha pela Democracia em Minas Gerais: "sou brasileiro de coração"

© Wilson Dias/Agência BrasilO ex-presidente do Uruguai, José Mujica, e a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff durante a 3ª Conferência Nacional de Juventude, em Brasília
O ex-presidente do Uruguai, José Mujica, e a presidenta do Brasil, Dilma Rousseff durante a 3ª Conferência Nacional de Juventude, em Brasília - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica recebeu nesta quinta-feira (21) o Grande Colar, grau máximo da Medalha da Inconfidência. Durante a cerimônia, em Minas Gerais, ele condenou a negação da política e defendeu a democracia, posicionando-se contra o golpe em curso no Brasil.

​"Necessitamos da política, o homem é um animal político. A função da política é impor limite às dores e às injustiças. É lutar por um mundo melhor, buscando conciliar permanentemente as diferenças. Não é função da política esmagar as diferenças. O pior resultado para as novas gerações diante do conflito que está vivendo o Brasil é que se termine com a conclusão de que a política não serve para nada. Há que se salvar a política, isto é um problema do Brasil", afirmou o carismático ex-presidente uruguaio.

O Grande Colar, maior condecoração de Minas Gerais, concedido a personalidades que prestaram serviços relevantes ao Estado, ao Brasil ou à humanidade, foi entregue a Mujica pelo governador Fernando Pimentel (PT), em cerimônia realizada na Praça Tiradentes da cidade histórica de Ouro Preto.

​"Me sinto muito uruguaio, sou brasileiro de coração, minha pátria é a América Latina", disse o homenageado.

Presidenta Dilma Rousseff durante coletiva de imprensa na ONU - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Dilma vai à NY denunciar o golpe e Temer assume a presidência em exercício
Pepe também participou de um ato que marcou o início da Marcha pela Democracia em Minas Gerais, que sairá de Ouro Preto nesta quarta-feira e deverá chegar a Belo Horizonte em 26 de abril."A vida me ensinou uma coisa: os únicos derrotados são os que desistiram de lutar. Não há um prêmio no final do caminho. O prêmio é o próprio caminho. Nossa luta é muito velha”, discursou o ex-presidente. 

"Pior do que as derrotas é o desencanto. Viver é construir esperança, esperança em um mundo melhor. O que seria da vida sem utopias e sonhos?"

Ato contra o impeachment em Brasília - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
De Cuba à Argentina, países da América Latina repudiam golpe de Estado no Brasil
A Frente Brasil Popular organiza o evento, afirmando que “a resistência ao golpe se dará nas ruas”. Segundo os organizadores, haverá alojamento para os participantes e o MST ficará responsável pela alimentação de todos.

Amanhã, os manifestantes partem para Mariana, cenário recente do maior desastre ambiental do país. Confira abaixo a programação completa da marcha:

Quinta-feira — 21/04 — 9h — Concentração. 10h — Entrega da medalha da Inconfidência a Pepe Mujica, orador oficial da cerimônia.

Sexta-feira — 22/04 — Saída para Mariana e Ato Político

Sábado — 23/04 — Saída para Morro da Água Quente

Domingo — 24/04 — Saída para Catas Altas

Segunda — 25/04 — Saída para Sabará

Terça — 26/04 — Chegada na Praça da Liberdade, Ato Político-Cultural na Praça da Liberdade

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала