‘Pressionar jornalistas já é uma tendência na Turquia’, diz sindicato francês

© Sputnik / Alexandr KryazhevA Sputnik no Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok
A Sputnik no Fórum Econômico do Oriente em Vladivostok - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário-geral da União Nacional dos Jornalistas da França, Dominique Pradalie, declarou nesta quarta-feira (20) que a pressão sobre os meios de comunicação na Turquia já se tornou uma tendência.

Logo da agência noticiosa Sputnik (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Departamento de Estado recusa comentar a situação da Sputnik na Turquia
"É muito lamentável que exista esta tendência das autoridades turcas proibirem jornalistas de trabalhar no país", disse Pradalie à agência Sputnik.

O líder do sindicato deu como exemplo a situação da proibição da entrada da correspondente da emissora alemã ARD na Turquia e salientou que trata-se de um problema extremamente grave.

Pradalie também disse que a situação é "indigna" para a Europa, mas a região não se esforça resolvê-la, concentrando-se sobre a crise da imigração.

Anteriormente, o editor-chefe da agência Sputnik na Turquia, Tural Kerimov, informou que as autoridades turcas proibiram a sua entrada no território nacional e retiraram a seu credenciamento.

Na semana passada, o site Sputnik Turquia foi bloqueado no país pelas autoridades turcas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала