Putin expressa condolências pelo terremoto no Equador

© Sputnik / Grigory Sysoyev / Abrir o banco de imagens17 de dezembro, 2015. O presidente russo Vladimir Putin está realizando a grande coletiva anual no Centro de comércio internacional em Moscou
17 de dezembro, 2015. O presidente russo Vladimir Putin está realizando a grande coletiva anual no Centro de comércio internacional em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Vladimir Putin expressou as suas condolências ao presidente Rafael Correa devido ao recente terremoto no país, que resultou na perda de 77 vidas humanas e destruições maciças, comunica o serviço de imprensa do Kremlin neste domingo (17).

“O chefe de Estado da Rússia sublinhou que a Rússia compartilha a dor e o pesar daqueles que perderam os seus familiares e próximos em resultado deste desastre e espera que os feridos se recuperem rapidamente”, diz-se no comunicado.

Pelo menos 77 pessoas morreram e mais 588 sofreram ferimentos no terremoto da noite de sábado, que atingiu uma magnitude de 7.8 e afetou a costa central do Equador.

Esmeraldas, Ecuador - Sputnik Brasil
Terremoto de magnitude 7,8 atinge Equador
As autoridades do Equador enviaram 10 mil militares e 3,5 mil polícias à zona do sismo, segundo a agência Associated Press que cita as autoridades locais. Além disso, 1,2 mil voluntários da Cruz Vermelha chegaram também ao local.  

O presidente Rafael Correa declarou estado de emergência nacional e pediu aos 16 milhões de pessoas do país andino para manterem a calma.

As maiores destruições ocorreram na cidade de Guayaquil, na costa ocidental do país: muitos centros comerciais e outros prédios ficaram destruídos. Os usuários das redes sociais publicaram fotos das destruições.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала