Ban Ki-moon: mais de 30 mil ingressaram nas fileiras do Daesh no Iraque e na Síria

© REUTERS / Dado RuvicA man types on a keyboard in front of a computer screen on which an Islamic State flag is displayed, in this picture illustration taken in Zenica, Bosnia and Herzegovina, February 6, 2016
A man types on a keyboard in front of a computer screen on which an Islamic State flag is displayed, in this picture illustration taken in Zenica, Bosnia and Herzegovina, February 6, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Dezenas de milhares de pessoas do mundo todo se juntaram às atividades do grupo terrorista Daesh no Iraque e na Síria, informou nesta quinta-feira o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante a reunião do Conselho de Segurança do órgão.

Bandeira do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) - Sputnik Brasil
Obama: Daesh vive crise financeira e de recrutamento na Síria
Segundo o secretário-geral, Daesh demonstrou a sua capacidade de radicalizar e de recrutar os jovens através de estratégias que envolvem o uso de internet e das redes sociais. 

“Mais de 30 mil pessoas do mundo todo se juntaram à campanha do Daesh no Iraque e na Síria. Esses combatentes internacionais representam uma significativa ameaça para a segurança de seus e de outros países, quando retornam de lá”, declarou Ban Ki-moon.

Ele destacou que os países membros da ONU devem adotar medidas mais concretas para impedir o financiamento do grupo que é realizado através do contrabando de petróleo e gás, vendas ilegais de artefatos culturais, sequestros, bem como financiamento proveniente do exterior. É necessário impedir que os terroristas tenham a possibilidade de usar a internet com objetivo de recrutamento de jovens, concluiu Ban Ki-moon.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала