Bono diz aos EUA que ajuda humanitária é questão de segurança nacional

© AFP 2022 / Mike Theiler / Abrir o banco de imagensBono, vocalista do U2
Bono, vocalista do U2 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O cantor irlandês Bono, vocalista da banda U2, disse nesta terça-feira em Washington que os Estados Unidos não deveriam considerar a ajuda humanitária um ato de caridade, mas, sim, uma ferramenta decisiva para a segurança nacional.

Em discurso para uma subcomissão do senado dos EUA encarregada de supervisionar o financiamento de campanhas contra o extremismo violento, o artista explicou que esse tipo de assistência não pode ser visto como "uma coisa boa que se faz quando se tem recursos financeiros". 

"É segurança nacional", afirmou. "E quando está estruturada corretamente e se concentra na luta contra a corrupção e na melhoria da governança para aspirar por essa ajuda, poderia chegar a ser nossa maior muralha contra a crescente atração do extremismo violento". 

Bono, que visitou recentemente países como Quênia, Jordânia, Turquia e Egito ao lado de uma delegação do Congresso norte-americano, advertiu que crises de refugiados como a que está sendo desencadeada pelos combates na Síria costumam durar mais de duas décadas. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала