Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Chefe da CIA comenta declarações de presidenciáveis sobre torturas

© AFP 2021 / Frederic J. BROWNManifestante como um prisioneiro
Manifestante como um prisioneiro - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os candidatos à presidência dos EUA Donald Trump e Ted Cruz afirmaram recentemente que autorizariam torturas na luta contra o terrorismo.

O chefe do serviço de inteligência americano John Brennan declarou, por sua vez, que nem ele nem os seus subordinados poderiam cumprir tais ordens de políticos e realizar torturas, semelhante ao que foi feito, por exemplo, na prisão de Guantánamo.

"Eu não vou concordar em utilizar alguns desses métodos e táticas", disse.

O chefe da CIA partilhou a sua opinião na entrevista ao canal de TV americano NBC News, sublinhando que os seus colegas também se associam com estas suas palavras.

Candidato republicano à Presidência dos EUA, Donald Trump, durante o debate presidencial republicano organizado pela CNN, no The Venetian, em Las Vegas, Nevada. 15 de dezembro. - Sputnik Brasil
Tortura é pouco: As 10 frases mais sem-noção de Donald Trump
A declaração do chefe da inteligência americana foi feita após os candidatos à presidência dos EUA do Partido Republicano Donald Trump e Ted Cruz terem feito declarações sobre a conveniência de realizar torturas.

As torturas praticadas em Guantánamo incluíram, por exemplo, a “simulação de afogamento”, quando os suspeitos eram mergulhados violentamente e mantidos debaixo de água.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала