Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cai a confiança dos britânicos em Cameron após escândalo dos 'Panama Papers'

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensDavid Cameron
David Cameron - Sputnik Brasil
Nos siga no
Mais da metade dos britânicos passaram a confiar menos no primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, após ele ter reconhecido que possuía ações em empresa offshore até assumir o cargo de chefe de governo.

Primeiro-ministro britânico David Cameron - Sputnik Brasil
Cameron reconhece que tinha ações em empresa offshore
Os documentos da empresa juridica panamense Mossack Fonseca, publicados alemão Sueddeutsche Zeitung, mencionam, em particular, o falecido pai do primeiro ministro britânico, Ian Cameron, como um dos cinco diretores britânicos da empresa offshore Blairmore Holdings.

Após declarar que a questão referente à empresa que havia sido de Ian Cameron era um ‘assunto privado’, líder britânico reconheceu na última quinta-feira que ele e a esposa venderam as ações da empresa offshore Blairmore Holdings pelo valor de mais de 30 mil libras.

Segundo uma pesquisa divulgada pela mídia britânica, a maioria dos entrevistas (57%) respondeu positivamente à seguinte pergunta: “Você concorda ou não com a declaração ‘eu agora confia menos em David do que há uma semana atrás?’”. 43% resposta negativamente. Ao mesmo tempo, 73% dos entrevistados afirmaram acreditar que Cameron e futuros primeiros-ministros devem ser obrigados a divulgar plenamente o seu investimento e participação em regimes fiscais.

O analista político britânico Harry Carr observou que "esta semana terrível para Cameron arruinou sua reputação aos olhos da maioria do eleitorado britânico".

A pesquisa foi realizada em 8 de abril por meio de mensagens SMS. O estudo envolveu mais de mil pessoas.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала