Turquia e Israel se aproximam da reconciliação

© AP Photo / Burhan OzbiliciSoldados da Guarda de honra turca com bandeiras da Turquia e de Israel antes de negociações entre o ministro da Defesa turco Ehud Barak e o seu colega turco Vecdi Gonul, Ancara, Turquia, 17 de janeiro de 2010
Soldados da Guarda de honra turca com bandeiras da Turquia e de Israel antes de negociações entre o ministro da Defesa turco Ehud Barak e o seu colega turco Vecdi Gonul, Ancara, Turquia, 17 de janeiro de 2010 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os oficiais turcos e israelenses fizeram um progresso na normalização das relações bilaterais. As partes pretendem assinar um acordo de reconciliação, informou na sexta-feira (8) o Ministério das Relações Exteriores turco.

Presidente da Turquia Tayyip Erdogan - Sputnik Brasil
Erdogan ameaça romper acordo sobre refugiados com UE
Os oficiais turcos e israelenses realizaram negociações para normalizar relações bilaterais atingindo progresso no caminho a conclusão do acordo de reconciliação.

“As equipes de negociadores da Turquia e Israel… se reuniram hoje (8) em Londres. As equipes alcançaram um progresso para finalizar o acordo e superar as divergências e consentiram que o texto do acordo seja finalizado na reunião seguinte que será convocada em breve”, diz-se no comunicado do ministério publicado no seu site.

A reunião foi chefiada pelo vice-ministro das Relações Exteriores turco, Feridun Sinirlioglu, pelo enviado especial do primeiro-ministro israelense, Joseph Ciechanover, e pelo presidente do Conselho de Segurança Nacional de Israel, general Jacob Nagel.

Navio militar norte-americano Donal Cook e a fragata ucraniana Getman Sagaidachny durante os exercícios navais Sea Breeze-2015 em Odessa, Ucrânia, 1 de setembro de 2015 - Sputnik Brasil
Ucrânia e Turquia realizam manobras no Mar Negro
No fim de março, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou que o seu país está pronto para normalizar as relações diplomáticas com Israel durante uma reunião com grupos de pressão pró-israelenses nos EUA. Mais cedo, o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu expressou expectativas positivas em relação à terceira rodada de negociações sobre a reconciliação entre os dois países.

As relações entre os dois países deterioraram-se depois do incidente de Flotilha da Liberdade em 2010, quando seis navios, entre eles um sob a bandeira turca, tentaram aproximar-se da Faixa de Gaza, levando a bordo ajuda humanitária e ativistas. A flotilha foi bloqueada e atacada pelas forças israelenses. Em resultado, oito cidadãos turcos foram mortos.

A Turquia respondeu expulsando o embaixador israelense do país e retirando o seu embaixador de Israel e além disso exigiu desculpas oficiais de Israel, bem como a compensação para as famílias das vítimas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала