EUA podem prolongar sanções contra Rússia por causa dos Panama Papers

Nos siga noTelegram
O jornal alemão publicou os documentos que contêm provas de participação de alguns altos funcionários russos em esquemas de desvio de capitais.

Segundo a agência de notícias Bloomberg, os EUA podem incluir novos nomes na lista de sanções após a análise dos documentos vazados da empresa panamenha Mossack Fonseca.

Se os documentos forem considerados convincentes, o Departamento do Tesouro dos EUA pode expandir as sanções contra a Rússia. A lista atualizada pode ser publicada já em junho de 2016.

Lionel Messi. - Sputnik Brasil
Messi vai prestar queixa contra acusações dos 'Panama Papers'
O jornal alemão Sueddeutsche Zeitung publicou há poucos dias os documentos da Mossack Fonseca. Segundo o jornal, estes documentos contêm provas da participação de alguns altos funcionários russos e do seu entorno.

Em particular, a lista inclui os nomes de empresários e políticos alegadamente próximos de Vladimir Putin tais como o empresário Suleiman Kerimov, o ministro do Desenvolvimento Econômico Aleksei Ulyukaev e a esposa do secretário da imprensa do Kremlin Dmitry Peskov, a patinadora artística Tatyana Navka.

Dmitry Peskov acredita que o alvo destas publicações é Vladimir Putin e que o vazamento foi organizado no contexto das próximas eleições presidenciais russas. Ele classificou este material como desinformação.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала