WikiLeaks: EUA patrocinam escândalo de Panama Papers, os alvos são Rússia e Putin

© flickr.com / Wikileaks Mobile InformatCaminhão com inscrição "Wikileaks" em frente à Casa Branca, em Washington DC, Estados Unidos
Caminhão com inscrição Wikileaks em frente à Casa Branca, em Washington DC, Estados Unidos - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os representantes do projeto WikiLeaks declararam que o escândalo ligado à publicação do vazamento batizado de Panama Papers (Papeis de Panamá) da empresa Mossack Fonseca que revelaram a ligação entre vários líderes mundiais e esquemas de offshore foi patrocinado pelos EUA.

Ainda de acordo com o site de denúncias, a publicação destes documentos é um ataque informático, dirigido diretamente contra a Rússia e o seu presidente, Vladimir Putin.

A informação foi divulgada na página oficial do projeto na rede social Twitter.

A publicação divulgou:

“O ataque de #PanamaPapers contra Putin foi organizada pela OCCRP. Ela é dirigida à Rússia e os países pós-soviéticos e é patrocinada pela USAID&Soros”.

​Além disso, o portal insiste que o financiamento do escândalo mesmo não foi feito através de terceiras pessoas – foi diretamente realizado pelo governo dos EUA. 

“A OCCRP americana pode trabalhar bem, mas o fato de que foi o governo dos EUA que financiou diretamente o ataque contra Putin através de #PanamaPapers mina seriamente a sua reputação”, diz-se em outra publicação no Twitter do Wikileaks.

O vazamento, divulgado em 3 de abril pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ na sigla em inglês) juntamente com o Projeto de Reportagem sobre Crime Organizado e Corrupção (OCCRP), revelou a existência de esquemas de corrupção usados por numerosas pessoas mundialmente conhecidas, trazendo informações sobre os negócios secretos de amigos e entorno próximo de vários políticos de alto escalão.

De acordo com o site oficial do OCCRP, a organização faz oficialmente parte da Rede de Desenvolvimento Jornalístico (Journalism Development Network em inglês), registrado no estado americano de Maryland.

Já USAID é a sigla em inglês para Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional – um órgão do governo dos EUA que é considerado central de gestão na área de prestação de ajuda no exterior. O administrador e vice-administrador do órgão são nomeados por decisão do presidente americano após a aprovação do Senado. Além disso, o administrador da USAID deve coordenar as suas ações com as ordens do Secretário-Geral dos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала