Rússia e Turquia vão restaurar monumentos a soldados mortos nos dois países

© Sputnik / Ruslan Krivobok / Abrir o banco de imagensVista da Mesquita Azul no Estreito de Bósforo, em Istambul
Vista da Mesquita Azul no Estreito de Bósforo, em Istambul - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo turco acordou restaurar o monumento histórico russo a Santo Estêvão em Istambul, informou o jornal Hurriyet Daily News.

Segundo o jornal, a comissão de defesa do parlamento turco disse que reconstruirá o monumento para homenagear os soldados russo mortos, em troca da restauração de cinco monumentos semelhantes na Rússia.

Praça Sultanahmet, vazia depois do atentado, Istambul, Turquia, 12 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Rússia divulga novo alerta para viagens à Turquia devido às ameaças terroristas
O acordo foi discutido inicialmente em 2012 e agora será submetido de novo à consideração do parlamento turco. Segundo o documento de 2012, os dois países decidiram homenagear os soldados que morreram durante as guerras históricas em terras dos dois países.

O monumento de Santo Estêvão em Istambul foi inicialmente construído no fim do século XIX para comemorar 15 mil soldados russos que morreram em território turco durante a guerra Russo-otomana de 1877-1878.

Entretanto, em 1914 a Turquia tomou a decisão de destruir o monumento, chamando-o de “vergonha nacional”.

Su-24 - Sputnik Brasil
Polícia turca confirma detenção do suposto assassino do piloto do SU-24 russo
Vale lembrar que, no dia 24 de novembro de 2015, um caça F-16 turco abateu um bombardeiro Su-24 russo com dois pilotos a bordo no espaço aéreo sírio quando este regressava à base de uma operação antiterrorista. Na ocasião, Ancara alegou que a aeronave russa havia entrado no espaço aéreo da Turquia. Tanto o Estado-Maior russo como o Comando de Defesa Aérea da Síria confirmaram que o jato russo nunca esteve no espaço aéreo da Turquia. As relações russo-turcas se deterioraram na sequência do abatimento do avião russo.

A Rússia já tinha apresentado as suas condições sob as quais as relações russo-turcas podem ser normalizadas: a Turquia deverá indenizar a Rússia pelo Su-24 abatido em 24 de novembro, apresentar desculpas pelo fato e garantias de que uma situação parecida será excluída no futuro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала