Sérvia quer estar na UE sem negar cooperação com Rússia

© AFP 2022 / ANDREJ ISAKOVICBandeira da Sérvia
Bandeira da Sérvia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Sérvia tem interesse em se juntar à União Europeia, mas não a custo de relações com a Rússia, declarou nesta sexta (1) o chanceler sérvio, Ivica Dacic.

A respectiva declaração foi feita no âmbito de uma coletiva com o chanceler russo Sergei Lavrov após a reunião bilateral dos dois políticos.

"Nós já dissemos que desejamos virar um membro da União Europeia, isto é do nosso interesse. Procuramos isso como um país que ambos geograficamente e politicamente pertence a esta parte da Europa, mas isso não pode acontecer a custo de relações com a Federação da Rússia.

O chefe da diplomacia sérvia notou também que o seu país não tem intenção de se juntar à OTAN.

A situação está se desenvolvendo no fundo da tensão em todos os países dos Balcãs.

Tomislav Nikolic - Sputnik Brasil
Presidente da Sérvia: Acordo com OTAN não significa mudança da política de neutralidade
O país maior destes é a Sérvia, que além tem laços históricos de cooperação com a Rússia, tem um obstáculo sério para crer em ideias de euro-integração.

A razão é que os países-membros da UE já estão ficando cansados de vários problemas existentes econômicos e sociais e não estão interessados na ampliação da união.

Ao mesmo tempo, várias pesquisas de opinião pública realizadas na região (inclusive para a agência Sputnik) mostram que os sérvios apoiam o presidente russo Vladimir Putin mais do que o chefe do seu país e a maioria de sérvios gostaria de formar uma união política e econômica com a Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала