Mídia: exército turco mata refugiados na fronteira síria

© AFP 2022 / STRRefugiados sírios à espera de transporte após atravessar a fronteira com a Turquia da cidade síria Tal Abyad
Refugiados sírios à espera de transporte após atravessar a fronteira com a Turquia da cidade síria Tal Abyad - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O jornal britânico The Times divulgou denúncias do Observatório Sírio de Direitos Humanos sobre constantes assassinatos de refugiados sírios na fronteira entre a Síria e a Turquia. Nos últimos quatro meses, militares turcos teriam matado 16 migrantes, sendo três crianças.

A organização humanitária apresentou dados concretos sobre alguns casos. Em 6 de fevereiro um homem e uma criança teriam sido mortos a tiros na região leste da fronteira turco-síria, e em 5 de março o mesmo teria acontecido com dois migrantes na parte oeste da fronteira.

Após apurar os fatos, The Times entrevistou um contrabandista sírio que mora na Turquia, segundo o qual o número de refugiados assassinados seria ainda maior do que o apresentado pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Todas as informações foram negadas pela Turquia.

Jose Manuel Garcia-Margallo, chanceler da Espanha - Sputnik Brasil
Acordo entre UE e Turquia para conter refugiados é 'inaceitável', diz Espanha
O acordo assinado entre Ancara e Bruxelas pressupõe a Turquia como um "país neutro e seguro", ou seja, para onde os migrante podem ser enviados de volta da Europa com a garantia de que os mesmos não sejam submetidos a perseguições.

Não faz muito tempo, os cidadãos sírios podiam, inclusive, entrar em território turco sem apresentar passaporte. O artigo destaca, no entanto, que o fechamento da fronteira turo-síria tem sido sido cada vez reivindicado pelo Ocidente sob pretexto da crescente ameaça terrorista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала