Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Engane-me se puder: cientistas descobrem expressão facial comum a todos os povos

© AP Photo / Greg AllenDonald Trump
Donald Trump - Sputnik Brasil
Nos siga no
Cientistas definiram uma expressão facial que pode ser considerada universal para várias culturas do mundo – ela expressa uma emoção negativa tipo “não, não concordo”.

A informação sobre a pesquisa e os seus resultados foi divulgada no jornal americano Cognition, com base em uma investigação da Universidade de Ohio (EUA).

Gato de raça Scottish Fold - Sputnik Brasil
Especialmente para segunda-feira: Novo Grumpy Cat
“A face do não”, como foi chamada a expressão, consiste de sobrancelhas aproximadas, lábios cerrados e queixo soerguido. O sentido por trás dessa expressão é utilizado da mesma forma por pessoas que falam inglês, espanhol, chinês além de surdos-mudos que se comunicam através da língua de sinais americana, também conhecida por via da sigla inglesa ASL.

O grupo de linguistas americanos tenta fazer o cômputo dos sinais universais pertencentes a todas as línguas do mundo. Eles supõem que os sinais negativos são mais fáceis para destacar – porque os métodos de expressão da agressão foram formados na comunicação ainda antes da formação da língua.

© Foto / medicalxpress.comExpressão “A face do não”
Expressão “A face do não” - Sputnik Brasil
Expressão “A face do não”
Depois de colocar esta hipótese, os cientistas apresentaram a segunda – uma “face do não” (se existe) deve ser composta de três expressões básicas – raiva, nojo e desprezo. 

Robô Sophia - Sputnik Brasil
Robô americano promete destruir humanidade
Para provar a hipótese, foram testados 158 estudantes da Universidade do Ohio que falavam línguas diferentes em frente de uma câmera. As conversas travadas por eles foram gravadas e catalogadas segundo diferentes indicadores gramaticais negativos (palavras e elementos da gramática que correspondem a certas opiniões e emoções negativas). Após realizar o teste computadores destacaram elementos semelhantes nestas expressões.

Tornou-se claro que, seguindo um instinto, os músculos da face convergem, formando a “face do não”, com a mesma frequência que as pessoas falam ou gesticulam. 

“O que sabemos é a primeira prova de que uma expressão facial de resposta a opiniões morais negativas é um elemento integrante e universal da língua”, declarou o coautor do artigo, Alex Martinez.

O passo seguinte dos cientistas é a busca de outras expressões universais com base em vídeos publicados no site YouTube e outras bases semelhantes de vídeo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала