Assad agradece a Putin por ajuda na retomada de Palmira

© Sputnik / Alexei Druzhinin / Abrir o banco de imagensPresident Vladimir Putin meets with President of Syria Bashar al-Assad
President Vladimir Putin meets with President of Syria Bashar al-Assad - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O líder sírio, Bashar Assad, disse ao Presidente Vladimir Putin que a libertação de Palmira teria sido impossível sem a ajuda das Forças Aeroespaciais russas. O presidente russo disse à diretora da UNESCO que as forças russas utilizadas na Síria participarão das operações para desativar as minas terrestres na cidade.

O presidente russo, Vladimir Putin, teve uma conversa telefônica com o presidente sírio, Bashar Assad, neste domingo, para dar parabenizá-lo pela libertação da cidade histórica de Palmira das mãos de jihadistas, informou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

“Em uma conversa com o presidente sírio, Vladimir Puin parabenizou seu colega pela libertação de Palmira de terroristas por militares sírios e ressaltou a importância da preservação da cidade histórica para cultura mundial”, disse Peskov.

“Putin ressaltou que apesar da retirada do principal contingente das forças russas na Síria, os militares do país continuariam a fornecer assistência às autoridades sírias na luta contra o terrorismo e na libertação de territórios sírios das mãos de extremistas”, completou Peskov.

Segundo o porta-voz do Kremlin, “Assad apreciou a ajuda fornecida pelas Forças Aeroespaciais russas e apontou que a libertação de Palmira teria sido impossível sem o apoio russo.”

Mais cedo, neste domingo, as forças armadas sírias, com cooperação com milícias patrióticas e apoiada pelas Forças Aeroespaciais russas, retomou totalmente Palmira das mãos de terroristas.

“Putin informou (à diretora da UNESCO) Bokova que representantes do contingente russo participarão da operação para retirar minas da antiga cidade por ordem do comandante-chefe”, disse Peskov.

Palmira esteve sob controle do Daesh desde maio de 2015. O grupo jihadista destruiu parte da cidade, que é considerada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала