Marcha “contra o medo” é cancelada em Bruxelas por questões de segurança

© REUTERS / Francois LenoirCandles and a flag are seen at the Place de la Bourse as people pay tribute to the victims of Tuesday's bomb attacks in Brussels, Belgium, March 25, 2016.
Candles and a flag are seen at the Place de la Bourse as people pay tribute to the victims of Tuesday's bomb attacks in Brussels, Belgium, March 25, 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A chamada Marcha Contra o Medo, marcada para acontecer neste domingo, em Bruxelas, após os recentes ataques terroristas, foi cancelada por questões de segurança, declararam os organizadores do evento.

Presidente da Rússia Vladimir Putin durante a conferência de imprensa em conjunto com o presidente francês François Hollande em Kremlin, Moscou, 26 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Putin: atentados de Bruxelas confirmam que terrorismo não tem fronteiras
No início deste sábado, o ministro do Interior belga, Jan Jambon, pediu que o evento fosse adiado a fim de não pressionar a polícia local, que está ocupada investigando os ataques recentes e trabalhando para garantir a segurança no país.

“A segurança do povo é nossa prioridade absoluta. Portanto, apoiamos inteiramente a proposta das autoridades para adiar (a marcha) a outra data. Por nosso lado, pedimos aos cidadãos que não cheguem a Bruxelas no domingo”, diz o comunicado no Facebook.

Quase dez mil usuários de redes sociais haviam confirmado a participação no evento.

No dia 22 de março, dois ataques suicidas no aeroporto de Bruxelas e outra explosão na estação de trem de Maelbeek mataram pelo menos 31 pessoas. O grupo terrorista Daesh assumiu a autoria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала