‘Lançamento de mísseis pela Coreia do Norte é uma provocação’

© REUTERS / KCNAMíssil de longo alcance da Coreia do Norte portando o satélite Kwangmyong 4. 7 de fevereiro de 2016.
Míssil de longo alcance da Coreia do Norte portando o satélite Kwangmyong 4. 7 de fevereiro de 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O recente lançamento de dois mísseis balísticos realizado pela Coreia do Norte na sexta-feira (18) é mais um ato de provocação de Pyongyang, disse em entrevista à Sputnik o embaixador russo na China, Andrei Denisov.

“Os eventos dos dois últimos dias, infelizmente, significam que as autoridades da Coreia do Norte não aprenderam nada no momento atual, e ainda não tomou uma posição razoável, dando mais um passo que pode ser caraterizado somente como provocação. Assim, a situação em torno do problema nuclear da península Coreana agravou ainda mais”, disse Denisov.

Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA - Sputnik Brasil
Pentágono: foram dois os mísseis balísticos lançados hoje pela Coreia do Norte
Segundo o diplomata, no contexto de escalada da situação na península Coreana no momento atual é muito necessária uma consolidação dos esforços de todas as partes envolvidas.

“Na etapa atual é obrigatoriamente preciso respeitar as disposições da resolução do Conselho de Segurança recentemente adotada que introduzem medidas bastante rígidas em relação à parte norte-coreana. Sem dúvida, a sua implementação exige solidariedade e ações coerentes de todos os que adotaram esta resolução“, afirmou o embaixador russo.

John Kirby, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA - Sputnik Brasil
EUA reagem ao novo lançamento de míssil balístico da Coreia do Norte
Acrescentou também que é preciso observar o que irá acontecer e considerar como é possível minimizar os riscos que surgem em resultado de ações provocativas dos parceiros norte-coreanos.

Anteriormente a mídia informou que na sexta-feira (18) de manhã a partir do litoral ocidental da Coreia do Norte foi realizado o lançamento de um míssil balístico na direção do mar do Japão. O míssil caiu após ter voado 800 km. Depois de 20 minutos foi realizado o lançamento do segundo míssil balístico que explodiu no ar, informou a mídia citando os militares sul-coreanos. Segundo os dados do Estado-Maior sul-coreano trata-se do míssil de médio alcance Rodong (a outra grafia é Nodong) que é capaz de voar 1,3 mil km e atingir o Japão. A última vez que a Coreia do Norte lançou este míssil foi em 26 de março de 2014.

© SputnikMísseis da Coreia do Norte
Mísseis da Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Mísseis da Coreia do Norte

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала