Ex-ministro da imprensa russo morreu de lesões nos EUA

© Sputnik / Ilya Pitalev / Abrir o banco de imagensMikhail Lesin
Mikhail Lesin - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Investigação da morte do ex-ministro da imprensa russo que morreu em Washington nos finais de 2015 tem novos detalhes oficialmente confirmados.

Segundo uma descoberta feita por especialistas americanos, no corpo e na cabeça de Mikhail Lesin há marcas de lesões. Apesar de eles ter declarado que é prematuro fazer especulações, os especialistas e a mídia já começaram a discutir o assunto.

Os especialistas forenses acham que lesões na cabeça foram a causa da morte do ex-ministro russo, que morreu aos 57 anos em 5 de novembro de 2015.

Mas os especialistas americanos cometeram um erro no documento — o ex-ministro russo tinha 57 e não 59 anos de idade.

A respectiva informação foi divulgada por via do comunicado conjunto do Gabinete Principal de Médico Legista (OCME, na sigla em inglês) e a Polícia da Washington.

“Causa da morte: ferimentos na cabeça contusos, sem corte”, diz-se no documento.

Mesmo assim, o modo da morte foi classificado como “desconhecido”.

© DivulgaçãoDeclaração conjunta da OCME e da polícia de Washington sobre a morte de Mikhail Lesin
Declaração conjunta da OCME e da polícia de Washington sobre a morte de Mikhail Lesin - Sputnik Brasil
Declaração conjunta da OCME e da polícia de Washington sobre a morte de Mikhail Lesin
Neste respeito a Embaixada da Rússia em Washington pretende apresentar um pedido oficial para receber mais informação sobre o assunto e as circunstâncias da morte de Mikhail Lesin.

Após a morte do ex-ministro a sua família informou a agência noticiosa russa RIA Novosti que ele morreu de ataque cardíaca.

Logo do canal RT - Sputnik Brasil
'Nós conseguimos que a nossa voz seja ouvida'
Lesin nasceu em 11 de julho de 1958. Ele serviu como ministro para os Assuntos da Imprensa, Radiodifusão e Comunicação de Massa, entre 1999 e 2004 e como assessor presidencial de 2004 a 2009.

Ele foi nomeado para dirigir a holding russa Gazprom-Media em outubro de 2013 e renunciou em janeiro de 2015, por razões pessoas. Lesin também é creditado como o criador da emissora internacional RT.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала