Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA constaram cumprimento do cessar-fogo na Síria

© AP Photo / Susan Walsh, FileJohn Kirby, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA
John Kirby, porta-voz do Departamento de Estado dos EUA - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os EUA consideram que, em geral, o regime de cessar-fogo está sendo cumprido na Síria , declarou nesta sexta-feira (11), em coletiva de imprensa, o porta-voz do Departamento de Estado John Kirby.

Apesar disso, ele demonstrou preocupação com relação a existência de violações isoladas da trégua, incluindo ataques contra civis e forças de oposição por parte do governo e seus aliados, e exortou todos os lados a cumprir com as obrigações assumidas.

“Estamos vivendo um momento crítico desse conflito. Não devemos desperdiçar [oportunidades] por displicência ou negligência deliberada. Todos os lados devem manter suas obrigações” – declarou o porta-voz do Departamento de Estado.

Bairro residencial na cidade síria de Aleppo, Síria, 18 de fevereiro de 2016 - Sputnik Brasil
Cessar-fogo na Síria se observa, Rússia está satisfeita
“Passadas duas semanas, o fim das ações militares está sendo, em geral, cumprido. Nenhum dos grupos armados ou o Supremo Comitê de Negociações (SCN) [que representa a oposição síria] chegaram a reivindicar o fim desse regime, portanto os EUA, a ONU e outros membros do grupo de apoio internacional à Síria consideram que ele [cessar-fogo] continua valendo” – declarou Kirby.

“Também consideramos como partes ativas [da trégua] todos os grupos armados que no início do acordo deram a entender que iriam cumpri-lo, e, portanto, suas condições também são válidas para eles, tal qual para o governo e seus aliados” – acrescentou o porta-voz.

Kirby destacou que o fim das ações militares provocou uma brusca diminuição da violência na Síria e permitiu o fornecimento de ajuda humanitária a certa regiões sitiadas do país.

“Ao mesmo tempo, a comunidade internacional ainda precisa fazer muito para pôr fim à violência, acabar de vez com os cercos [das cidades], entregar ajuda, libertar os presos – principalmente mulheres e crianças” – explicou Kirby.

Fumaça após ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA contra militantes do Daesh em Kirkuk - Sputnik Brasil
Coalizão dos EUA matou mais de mil civis em ataques na Síria e no Iraque
Desde 2011, a Síria está envolvida em uma guerra civil, com as forças do presidente Bashar Assad combatendo vários grupos de oposição — entre eles, grupos terroristas como a Frente Nusra e o Daesh.

Um cessar-fogo negociado por Rússia e Estados Unidos entrou em vigor na Síria em 27 de fevereiro. A trégua teve o apoio do governo sírio e de dezenas de grupos de oposição, porém não contempla os grupos terroristas Daesh e Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала