ONU adota resolução para reprimir abusos sexuais dos boinas azuis

© flickr.com / United Nations PhotoSoldados da Missão de Estabilização Integrada Multidimensional da ONU (MINUSCA) na República Centro-Africana
Soldados da Missão de Estabilização Integrada Multidimensional da ONU (MINUSCA) na República Centro-Africana - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança das Nações Unidas adotou nesta sexta-feira uma resolução que, pela primeira vez, aborda o problema das alegações de abusos sexuais praticados por soldados das suas forças de paz, os chamados boinas azuis.

Veículo blindado da MINUSCA durante patrulha pelas ruas de Bangui, capital da República Centro-Africana (14-09-2015) - Sputnik Brasil
República Centro-Africana registra 17º caso de abuso sexual envolvendo funcionários da ONU
O documento foi aprovado com 14 votos a favor e uma abstenção, do Egito, após o conselho rejeitar uma proposta egípcia para alterar o texto. 

Após inúmeras denúncias de violações cometidas por militares da ONU, sobretudo na República Centro-Africana, os Estados Unidos apresentaram um projeto que prevê repatriar contingentes inteiros de boinas azuis suspeitos de cometerem estupros. 

Na última quinta-feira, o secretário-geral da organização, Ban Ki-moon, pediu aos países que fornecem esses soldados para reprimirem de maneira exemplar esse tipo de situação, impondo "sanções à altura da gravidade do delito".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала