Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

OTAN acusa Rússia de tentativas de dividir a aliança

© AFP 2021 / EMMANUEL DUNANDSecretário-Geral da OTAN, Jens Stoltenberg, apresenta o relatório anual da OTAN durante a conferência de imprensa em Bruxelas, Bélgica, 28 de janeiro de 2016
Secretário-Geral da OTAN, Jens Stoltenberg, apresenta o relatório anual da OTAN durante a conferência de imprensa em Bruxelas, Bélgica, 28 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, fez uma crítica às “numerosas tentativas” de Moscou de intimidar os países vizinhos, não obstante a atividade militar na Europa ter sido nos últimos anos intensificada pela própria aliança.

Um jornalista do canal televisivo CNN perguntou de que forma a OTAN iria reagir às ações de Moscou na Europa, que, segundo ele, estaria alegadamente “patrocinando grupos extremistas”, tentando “recuperar a Europa” e desforrar-se pelas sanções impostas após a “anexação da Crimeia e a agressão na Ucrânia”, inclusive causar danos à chanceler alemã Angela Merkel. 

Stoltenberg respondeu que apesar das “muitas tentativas de Moscou de intimidar os vizinhos e dividir a OTAN, a aliança responde com o fortalecimento da unidade e adapta a sua conceção militar”. Em particular, Stoltenberg disse que o aumento do número de tropas da OTAN nos países de leste tem permitido “frear a pressão da Rússia”.

Funcionários da Letônia durante cerimônia de hasteamento da bandeira da OTAN em frente ao Castelo da Presidência em Riga - Sputnik Brasil
OTAN reacende retórica antirrussa em período de cessar-fogo na Síria
Além disso, o secretário-geral disse que a OTAN está preocupada com o fortalecimento dos aliados da Rússia na Síria e Mediterrâneo. Segundo o chefe do bloco militar, para reagir, a aliança tem de aumentar a sua presença militar na Turquia e na zona oriental do Mediterrâneo.

Este tipo de afirmações é frequente entre os políticos ocidentais. Por sua vez, o chefe do Estado-Maior russo, Valery Gerasimov, sublinhou que as acusações feitas à Rússia são um pretexto da OTAN para intensificar a sua atividade.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала