Grã-Bretanha vai gastar mais 905 milhões em programa de submarinos nucleares

© flickr.com / UK Ministry of DefenseSubmarino da Marinha Real Britânica
Submarino da Marinha Real Britânica - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Governo britânico vai gastar mais 905 milhões de dólares no seu programa de submarinos nucleares, informou a imprensa.

O secretário de Defesa britânico Michael Fallon anunciou o novo investimento na sexta-feira (4), embora o Parlamento ainda não tivesse votado a favor da decisão, informou a agência de notícias norte-americana UPI. 

De acordo com Michael Fallon, o financiamento adicional vai apoiar a construção de novas instalações e a compra de peças de submarinos, bem como o desenvolvimento de novos submarinos, que deverão substituir os atuais da classe Vanguard.

Manifestantes participam de um protesto contra o sistema de mísseis nucleares Trident em Londres, 27 de fevereiro de 2016. - Sputnik Brasil
Stop Trident: Londres é cenário de grande manifestação antinuclear
Uma parte significativa deste financiamento — cerca de $ 317 milhões – será gasta em novas instalações da empresa BAE Systems em Barrow-in-Furness, Inglaterra, onde os submarinos serão montados. Haverá também um projeto conjunto da Grã-Bretanha e EUA para o desenvolvimento do chamado "Common Missile Compartment”, um sistema lançador unificado para novos mísseis balísticos, que irão substituir os atuais mísseis Trident II/D5, usados tanto pelo Reino Unido, como pelos EUA.

Esta iniciativa, no entanto, não é exatamente apoiada pelo Partido Trabalhista. De acordo com os trabalhistas, os submarinos nucleares se tornarão em breve redundantes, uma vez que os drones subaquáticos estão se tornando avançados e poderão facilmente executar as suas funções.

"Diga isso aos americanos, aos russos e aos chineses que estão todos modernizando os seus submarinos com armas nucleares", disse Fallon ao jornal The Guardian. 

A Rússia, por sua vez, lançou em 2015, dois submarinos nucleares, armados com mísseis de cruzeiro Kalibr, capazes de transportar ogivas nucleares, e outros dois estão programados para lançamento em 2016, o que atinge um total de seis navios. O projeto foi apelidado de "buraco negro dos mares" por causa da sua extremamente baixa visibilidade para radares e emissão de ruído.

A República Popular da China também teria lançado um submarino nuclear de nova classe Jin em 2015. De acordo com fontes diferentes, a Marinha do país tem entre 4 e 8 submarinos de classe Jin ativos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала