Sputnik-Ratings publica preços da gasolina na Europa

© Sputnik / Aleksei KudenkoPosto de gasolina russo Gazpromneft
Posto de gasolina russo Gazpromneft - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Sputnik-Ratings publica a lista dos países europeus de acordo com os respectivos preços da gasolina. No início de 2016, este combustível está custando mais caro na Holanda, Itália e Noruega. Os valores mais baixos se encontram nos países da União Aduaneira.

Para os motoristas europeus, o ano de 2015 foi bastante favorável em termos de combustível. A queda dos preços do petróleo ocasionou uma redução nos preços dos combustíveis, que foi observada na maioria dos países. Em um ano, a gasolina caiu 3%, embora em alguns países essa redução tenha sido superior a 10%.

A queda dos preços na Europa ocorreu devido a um declínio nos preços da matéria-prima utilizada na sua fabricação. Observa-se, no entanto, que o preço do combustível no Velho Mundo caiu bastante menos do que a matéria-prima. Em 2015, o preço do petróleo Brent caiu em média 2 vezes, em comparação com o ano de 2014.

Na Rússia, diferentemente da maioria dos países europeus, a dinâmica dos preços da gasolina, tradicionalmente, vai na direção oposta à dos preços do petróleo. Em um ano, o custo do combustível na Federação Russa aumentou em quase 5% o que, porém, não impediu a Rússia de ocupar o segundo lugar no ranking dos países europeus.

Barris de petróleo - Sputnik Brasil
Brasil não participa das discussões com a OPEP sobre congelamento da produção de petróleo
O Cazaquistão lidera o ranking. Lá, um litro da gasolina Podium (95 octanas) custava o equivalente de 1,5 reais no início de 2016. Entre os três primeiros, fica a República da Bielorrússia, onde um litro de combustível custa 2,30 reais. Este país é também aquele que tem o diesel mais barato da União Aduaneira. A seguir, embora com uma larga margem, estão a Ucrânia e a Polônia.

A gasolina mais cara no início do ano é vendida na Holanda, um país forte em refino de petróleo, onde o custo da gasolina Podium, a julgar pelos dados oficiais é de 6,50 reais o litro. Entre os três primeiros estão a Itália, que, com 6,40 reais por um litro de gasolina, é um dos principais produtores de petróleo da Europa. O preço na Noruega é de 6,40 reais.

Na maioria dos países com gasolina cara, um dos principais motivos para o atual custo dos combustíveis são os altos impostos, que constituem uma grande parte do preço. A Ucrânia lidera na Europa em termos de aumento dos preços da gasolina Podium, em meio a problemas econômicos e da desvalorização da moeda nacional. Ao mesmo tempo, se observa um relativo aumento no preço da gasolina na Suécia. Em outros países europeus, o preço caiu, sobretudo, na Polônia — 12,6%.

Extração de petróleo em Krasnodar, Rússia - Sputnik Brasil
Irã concorda em congelar nível de produção de petróleo e provoca alta nos preços
Como medida de acessibilidade da gasolina, usamos o indicador do montante de combustível que um cidadão do país pode comprar com um salário médio, após dedução dos impostos e das prestações sociais. No início de 2016, quem podia comprar mais gasolina eram os cidadãos de Luxemburgo — 3 mil litros por mês. Em segundo lugar, encontra-se a Noruega — 2,8 mil litros de combustível por mês. Encerrando o trio, segue a Áustria. Os cidadãos ucranianos podem comprar apenas 147 litros de gasolina Podium (95 octanas). A Bulgária e a Romênia completam o trio dos mais atrasados. No Brasil, a gasolina no início de janeiro custava 3,70, enquanto o diesel estava em 3,00 reais o litro. Foi identificada uma variação de 21,4% na gasolina e uma variação de quase 15% no diesel.

O rating, elaborado por especialistas de RIA Rating com base em estatísticas de países europeus, em meados de janeiro de 2016 (no Cazaquistão e na Noruega no final de dezembro de 2015), comparou os preços da gasolina com um índice de octanas de 95 (na Rússia, com um índice de octanas acima de 95). A análise de preços foi realizada através da conversão da moeda local em reais conforme taxa de câmbio no Banco Central do Brasil de 21 de janeiro de 2016.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала