Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Israel compreende a luta da Rússia'

© AP PhotoLocal da queda do A321 da Kogalymavia (Metrojet) em 1 de novembro de 2015
Local da queda do A321 da Kogalymavia (Metrojet) em 1 de novembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O ministro plenipotenciário da embaixada de Israel na Rússia, Alex Goldman-Scheimann, deu uma coletiva de imprensa em que falou sobre vários assuntos da agenda internacional, ressaltando a importância da cooperação com a Rússia.

Entre as declarações mais importantes do ministro, há a afirmação do desejo de Israel de ajudar na invetigação da queda do Airbus A321 russo sobre a península do Sinai, acontecida em 31 de outubro de 2015.

Bombardeiro Su-24 decola a partir de aeródromo de Khmeimim na Síria - Sputnik Brasil
Israel publica imagens de satélite da base aérea russa na Síria
"Israel compreende a luta da Rússia contra o EI, contra o Daesh [nomes do grupo terrorista que proclamou, em 2014, um "califado mundial" em várias partes dos territórios da Síria e Iraque]. Nós também temos lutado muitos anos contra o terrorismo e estamos prontos a prestar ajuda à Rússia em relação ao avião abatido no céu da península do Sinai", frisou o diplomata.

Aquele acidente matou 224 pessoas, inclusive 25 crianças e sete membros da tripulação. O avião, pertencente à empresa russa Kogalymavia (conhecida no mercado como Metrojet), tinha partido da cidade balneária de Sharm el-Sheikh e caíu no meio da península. Entre as versões investigadas sempre houve a do terrorismo, mas nenhuma das versões teve provas contundentes até o momento.

Mais cedo nesta segunda-feira (8), o embaixador da Rússia no Egito, Sergei Kirpichenko, disse que há "novas informações" que podem provar que a queda foi o resultado de um atentado terrorista.

Comentando a possibilidade de retomada da comunicação aérea entre a Rússia e o Egito, o embaixador disse que isso depende do resultado da investifação. O mesmo está previsto para dentro de um ano. Até então, as autoridades egípcias podem permitir que especialistas russos estejam presentes nos aeroportos do país durante procedimentos de segurança e exame de passageiros.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала