Político alemão sobre conflito na Síria: sem Putin, nada dará certo

© Sputnik / Aleksey Nikolskyi / Abrir o banco de imagensRussian President Vladimir Putin gives interview to Rossiya 1 TV anchor Vladimir Solovyov
Russian President Vladimir Putin gives interview to Rossiya 1 TV anchor Vladimir Solovyov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A participação da Rússia no conflito sírio deve ser saudada, declarou o vice-presidente do partido no poder.

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante a entrevista coletiva em Moscou, 26 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Lavrov: esforços da aviação russa ajudaram a alterar situação na Síria
Segundo declarou o vice-presidente da União Democrata-Cristã (CDU na sigla em alemão), Armin Laschet, no ar do canal de TV alemão Das Erste, citado pelo site InoTV, a resolução da crise síria é impossível sem a participação russa.

De acordo com Laschet, o Ocidente deve se ocupar da “política real” e não cooperar só com “aqueles estadistas de que todo o mundo gosta”. O político sublinhou que queria falar nomeadamente do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, dizendo “quer que eu goste ou não, atualmente ele é o presidente da Turquia”.

“É preciso fazer política com as pessoas que há. E a guerra na Síria só acabará se a Rússia, os EUA, a UE, a Arábia Saudita e o Irã forem conjuntamente – o que é bastante difícil – combater o Daesh [grupo terrorista proibido na Rússia]. Caso isso não aconteça, a guerra continuará ainda por muito tempo”, disse.

Cabe mencionar que a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, também faz parte do mesmo partido, CDU. No ano 2015 a popularidade do CDU atingiu os níveis mais baixos desde as últimas eleições, realizadas em 2013, em função da política adotada para com os imigrantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала