- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

São felizes os russos e os brasileiros?

© Foto / LigaSP / Fotos Públicas/Marcelo PereiraDesfiles do Grupo Especial de São Paulo
Desfiles do Grupo Especial de São Paulo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O centro de pesquisa russo Romir divulgou os resultados do inquérito realizado pela agência independente Gallup International/WIN. De acordo com eles, dois terços (66%) da população mundial se sentem felizes, enquanto só 10% são infelizes. Ao mesmo tempo, 23% não puderam dar uma resposta certa.

O palácio do Sultão do Alladin da Disney, inspirado pelo o Taj Mahal. - Sputnik Brasil
Sondagem: 30% dos americanos apoiam bombardeio de cidade da Disney
Mais de 66 mil habitantes de 68 países responderam às perguntas dos especialistas. 

Os primeiros lugares são ocupados pela Colômbia (85% da população), as Fiji (82%), Arábia Saudita (82%), o Azerbaijão (81%), o Vietnã (81%), a Argentina e o Panamá (79%).

É de notar que os moradores da Rússia se sentem tanto felizes como os brasileiros: o índice da felicidade russo é de 50% e o do Brasil é de 54%. 

Os países mais infelizes são a Tunísia (7%), Grécia (9%) e Afeganistão (14%). Já o Iraque registrou um índice negativo (-12%).

Além disso, há um grupo dos países cujos cidadãos se sentem indiferentes; um grupo é composto, na maioria, por países europeus: na Bulgária há 47% deles, na França – 49%, na Itália – 43%. 

Então, considerando os índices regionais, o dos BRICS supera o do G7 em quase 1,5 vezes – 59% e 42%, respetivamente.

Os resultados mostram que o nível de renda não influi sobre o sentimento da felicidade. As nações mais felizes moram com uma renda inferior a 20 mil dólares por ano por pessoa.  No entanto, o clube dos “felizes e ricos” é composto pela Finlândia, Islândia, Canadá, Dinamarca e Países Baixos.  Ao mesmo tempo, os EUA, Alemanha, Grã-Bretanha (em todos os países o índice é menos de 50%) contradizem esta ligação e provam que a felicidade não é o dinheiro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала