'Falcões do Deserto' da Síria são condecorados como heróis pela libertação de Latakia

© Sputnik / Morad SaeedSoldado sírio perto de Latakia
Soldado sírio perto de Latakia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A liderança do destacamento "Falcões do Deserto" do Exército sírio condecorou seus soldados com medalhas de bravura por heroísmo na libertação dos assentamentos da província de Latakia, no norte do país, que antes estavam sob o controle de grupos radicais islâmicos.

Ruinas de um prédio na cidade de Salma, libertada do Daesh - Sputnik Brasil
Exército sírio expulsa islamistas de Latakia
Segundo informou um correspondente da RIA Novosti na Síria nesta terça-feira (26), a cerimônia de premiação aconteceu na vila montanhosa de Ghmam, cerca de 48 km a nordeste de Latakia, onde os militantes islâmicos bombardearam o centro regional. Ghmam fica na estrada central que leva à fronteira com a Turquia, à cidade de Jisr al-Shugur e mais além às cidades de Idlib e Aleppo.

Ayman Jaber, comandante de uma subdivisão incluída nos Falcões do Deserto, agradeceu a seus soldados e dedicou o prêmio ao piloto russo que morreu em novembro, quando a Turquia abateu o bombardeiro Su-24 que ele e outro oficial, resgatado com vida posteriormente, conduziam sobre o espaço aéreo da Síria, em missão contra os grupos terroristas locais.

"Lembramo-nos da morte heroica do tenente-coronel Oleg Peshkov. É por isso que encarregamos o melhor destacamento dos 'Falcões' de limpar a montanha e destruir os terroristas que o mataram", disse Jaber.

Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, durante a entrevista coletiva em Moscou, 26 de janeiro de 2016 - Sputnik Brasil
Lavrov: esforços da aviação russa ajudaram a alterar situação na Síria
Ele também agradeceu a Rússia por fornecer apoio aéreo na libertação de Latakia e expressou suas condolências à família de Peshkov, bem como ao povo russo pelo sacrifício sofrido.

Os Falcões do Deserto ("Suqur al-Sahra", em árabe) foram formados nos primeiros dias da guerra civil síria pelo aposentado coronel Mohammad Jaber. Estima-se que a divisão inclua até 5.000 voluntários lutando ao lado do Exército sírio.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала