Exército sírio continua eliminando militantes em Aleppo

© AFP 2022 / GEORGE OURFALIANSyrian pro-government forces hold a position as smoke billows following an air strike on an Islamic State (IS) group position in the Hatabat al-Bab area, near town of Al-Bab in Aleppo's eastern countryside, on January 24, 2016.
Syrian pro-government forces hold a position as smoke billows following an air strike on an Islamic State (IS) group position in the Hatabat al-Bab area, near town of Al-Bab in Aleppo's eastern countryside, on January 24, 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O exército sírio libertou uma área estratégica a noroeste da base aérea de Kuweires na província de Aleppo de militantes do Daesh, diz a mídia. Muitos terroristas supostamente foram mortos ou feridos na sequência dos confrontos.

“As tropas pró-governamentais libertaram o distrito de Arbid al-Judaydah após muitas horas de confrontos pesados na região”, disse a agência de notícias iraniana FARS, citando uma fonte militar.

Russian President Vladimir Putin gives interview to Rossiya 1 TV anchor Vladimir Solovyov - Sputnik Brasil
Político alemão sobre conflito na Síria: sem Putin, nada dará certo
A reconquista do distrito aconteceu depois de as tropas sírias libertarem no fim da semana passada as aldeias estratégicas de Qatar e Tal Hattabat localizadas ao norte da base aérea Kuweires.

Entretanto, o ex-general de brigada libanês Ali Maqsoud disse que o exército governamental sírio deve realizar um ataque em massa contra os militantes da Frente al-Nusra nos próximos dias para quebrar o assédio em torno das cidades de al-Zahra e Nubl no noroeste da Síria habitadas por xiitas.

As cidades foram cercadas pelos terroristas por anos e a população local está passando fome pelo menos por alguns meses.

“Todos os grupos terroristas que estão alvejando as cidades de Nubl e al-Zahra irão sofrer uma perda semelhante à perda que eles sofreram na base aérea de Kuweires na província de Aleppo”, disse Ali Maqsoud citado pela FARS.

Além dos esforços antiterroristas do exército sírio, em 30 de setembro a Rússia iniciou uma campanha aérea, tendo mais de 50 aviões de combate russos, inclusive Su-24M, Su-25 e Su-34 efetuado ataques de alta precisão contra as posições do Daesh na Síria após pedido do presidente Bashar Assad.

Desde 22 de janeiro a Força Aeroespacial russa tem realizado 70-100 surtidas por dia. Nos últimos três dias as forças russas atacou 484 instalações dos terroristas.

​De acordo com o Estado-Maior russo, os aviões de guerra Tu-22M3 têm realizado 18 surtidas do território russo.

​A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo do país luta contra um número de fações de oposição e contra grupos islamistas radicais como o Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) e a Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала