Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Presidente da China espera iniciar ‘novo capítulo’ com o Irã

© AFP 2021 / STRIranian President Hassan Rouhani shakes hands with Chinese President Xi Jinping (R) during a welcoming ceremony on January 23, 2016 in the capital Tehran.
Iranian President Hassan Rouhani shakes hands with Chinese President Xi Jinping (R) during a welcoming ceremony on January 23, 2016 in the capital Tehran. - Sputnik Brasil
Nos siga no
O presidente chinês, Xi Jinping, disse neste sábado que espera iniciar um "novo capítulo" nas relações com o Irã, após a retirada das sanções internacionais. A declaração foi dada enquanto ele fazia a primeira visita de um líder chinês ao país islâmico em 14 anos.

Pequim. - Sputnik Brasil
China explica para o mundo a sua política no Oriente Médio
"A China está pronta para elevar o nível das relações bilaterais e da cooperação, para que um novo capítulo comece", disse Jinping, após reunião com o presidente iraniano, Hassan Rohani, de acordo com a TV estatal iraniana.

O comércio entre os dois países foi de cerca de US$ 52 bilhões em 2014, mas esse número caiu no ano passado devido à queda dos preços do petróleo. A China é o maior parceiro comercial do Irã e continuou a comprar petróleo do país mesmo depois de as sanções terem sido reforçadas, em 2012, apesar da pressão dos Estados Unidos.

"A China sempre ficou ao lado da nação iraniana durante os dias difíceis", disse Rouhani, em comentários postados em seu site oficial.

Hezbollah fighter looks toward Syria while standing in the fields of the Lebanese border village of Brital, Lebanon. (File) - Sputnik Brasil
Kerry acusa Irã de armar Hezbollah com até 80 mil foguetes
O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, que tem a palavra final sobre todos os assuntos de Estado, disse a Jinping neste sábado que o Irã vai continuar a sua política de reforçar os laços com o Oriente. Ele elogiou a postura independente da China em questões globais.

"Os ocidentais nunca obtiveram a confiança da nação iraniana", disse ele. "O governo e o povo do Irã sempre procuraram ampliar as relações com os países independentes e confiáveis, como a China."

Khamenei disse que o Irã não vai esquecer o apoio da China na época das sanções.

Autoridades dos dois países assinaram 17 documentos e cartas de intenção para ampliar a cooperação bilateral nos setores de indústria, transporte, ferrovias, portos, novas tecnologias, turismo, meio ambiente e energia.

A China é uma das seis potências mundiais — juntamente com os EUA, Alemanha, França, Grã-Bretanha e Rússia — que chegaram a um acordo com o Irã para retirar as sanções internacionais, em troca de uma redução do programa nuclear do país.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала