- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Cúpula da CELAC: América Latina e Caribe discutem democracia e desenvolvimento

© Roberto Stuckert Filho/ PRDilma Rousseff e os demais Chefes de Estado e de Governo dos países da CELAC
Dilma Rousseff e os demais Chefes de Estado e de Governo dos países da CELAC - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Na próxima semana a Presidenta Dilma Rousseff estará participando da 4.ª Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos, a CELAC. O encontro acontecerá de 24 a 27 de janeiro em Quito, no Equador, e vai reunir os 33 países da região da América Latina e do Caribe.

Durante o evento, realizado na sede da Unasul – União de Nações Sul-Americanas (Unasul), o Equador vai entregar a presidência temporária do bloco à República Dominicana.

O subsecretário-geral da América do Sul, América Central e Caribe, do Ministério de Relações Exteriores, Embaixador Paulo Estivallet de Mesquita, diz que, “historicamente, o diálogo entre os países no hemisfério era feito sob a égide e a iniciativa dos Estados Unidos, basicamente, que é o que levou à criação da OEA – Organização dos Estados Americanos”.

“A OEA continua tendo valor e importância para nós”, diz o embaixador, “os Estados Unidos são um país parceiro importante de todos os países da região, mas é fundamental que haja entre os países da América do Sul, da América Central, o México e o Caribe um foro de discussão no qual eles possam avançar pautas comuns. Todos eles enfrentam o desafio do desenvolvimento, existe uma série de questões culturais e políticas, questões de gênero, de liberdade, de democracia, que são mais bem discutidas, que têm mais campo para avançar entre os países da região, e nós valorizamos esse espaço por esse motivo.”

Ainda de acordo com o Embaixador Paulo Estivallet de Mesquita, a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos, criada em 2010 no México, também é um importante instrumento a facilitar o diálogo entre a América Latina e o Caribe com o resto do mundo. Atualmente, a CELAC se relaciona, entre outros, com a União Europeia, a Rússia, a Índia e a China.

As reuniões da CELAC começam no domingo, 24, quando os representantes dos Governos vão iniciar as discussões das declarações que poderão ser assinadas pelos chefes de Estado e de Governo durante o evento. Já na terça-feira, 26, será a vez de os ministros de Relações Exteriores dos países-membros se reunirem. A Presidenta Dilma Rousseff participa da Cúpula somente na quarta-feira, 27, durante a reunião de chefes de Estado e de Governo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала