Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Comandante sírio nega relato de 400 pessoas raptadas pelo Daesh

© REUTERS / Khalil AshawiCivilians walk in the rain past a damaged building in the rebel-controlled area of Maaret al-Numan town in Idlib province, Syria October 28, 2015
Civilians walk in the rain past a damaged building in the rebel-controlled area of Maaret al-Numan town in Idlib province, Syria October 28, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Comandante em ação na Síria afirma que relatos de raptos de civis na província de Deir ez-Zor são falsos.

Militar sírio no  aeroporto de Deir ez-Zor - Sputnik Brasil
Exército sírio liberta território onde Daesh assassinou 280 pessoas
Um comandante em campo na Síria negou, neste domingo, em entrevista à Sputnik, os relatos de que o Daesh, grupo também conhecido como Estado Islâmico, teria raptado cerca de 400 pessoas na província de Deir ez-Zor no leste da Síria.

Anteriormente, o canal de TV Al Mayadeen havia informado que militantes do Daesh assassinaram 280 pessoas na vila de al-Bagilya, na província de Deir ez-Zor. Segundo outros relatos, os jihadistas haviam raptado 400 civis, incluindo mulheres, crianças e idosos após os assassinatos.

“Os relatos de raptos de civis da vila são falsos”, disse o comandante à Sputnik.

Desde 2014, militantes do Daesh tomaram muitos territórios na Síria e no Iraque, declarando um Califado nas áreas sob seu controle. O grupo forçou milhares de pessoas, principalmente minorias religiosas como cristãos e muçulmanos xiitas, a deixarem suas casas.

Desde setembro de 2014, a Rússia vem realizando uma campanha aérea na Síria contra o Daesh a pedido do presidente do país, Bashar Assad. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала