Estado-Maior: Daesh perdeu controle sobre 217 povoados desde início da operação russa

© Ministério da Defesa da Rússia / Abrir o banco de imagensSergei Rutskoi, vice-chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia durante a coletiva do Ministério da Defesa russo. 2 de fevereiro, 2015
Sergei Rutskoi, vice-chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia durante a coletiva do Ministério da Defesa russo. 2 de fevereiro, 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Mais de 200 povoados foram libertadas dos terroristas do Daesh durante a operação na Síria, disse hoje (15) aos jornalistas o chefe da Direção Operacional Geral do Estado-Maior do Exército russo, Sergei Rudskoy.

“No total durante 100 dias da operação realizada pela Força Aeroespacial russa na Síria, do Daesh foram reconquistadas 217 povoados e libertados mais de mil quilômetros quadrados do território”, sublinhou.

In this photo taken on Wednesday, Oct. 7, 2015, Syrian army rocket launchers fire near the village of Morek in Syria - Sputnik Brasil
Contagem regressiva? Exército sírio avança em todas as frentes
“A população gradualmente volta às cidades sírias e a vida volta ao normal”, sublinhou o general.

Além disso, Rudskoy avaliou a importância dos esforços da oposição democrática síria:

“As forças da oposição democrática síria jogam um papel cada vez maior agindo junto com as unidades das tropas governamentais. Neste momento a quantidade total destes destacamentos supera 10,5 mil efetivos”.

Em 30 de setembro de 2015 a Rússia iniciou uma campanha aérea, tendo mais de 50 aviões de combate russos, inclusive Su-24M, Su-25 e Su-34 efetuado ataques de alta precisão contra as posições do Daesh na Síria após pedido do presidente Bashar Assad.

Os aviões russos coordenam as suas ações com as tropas sírias que operam no local.

A aviação russa fez 311 voos de combate e bombardeou 1.097 instalações dos terroristas na Síria desde o início de 2016, disse o Estado-Maior nesta segunda-feira (11). 

A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo do país luta contra um número de facções de oposição e contra grupos islamistas radicais como o Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) e a Frente al-Nusra.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала