Oriente Médio: fragmentação em curso

© AP Photo / Hasan JamaliCimeira de segurança no Oriente Médio em Bahrein
Cimeira de segurança no Oriente Médio em Bahrein - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O site analítico What They Say About USA sugeriu avaliar a possibilidade de que o Oriente Médio volte às fronteiras antigas.

Hossein Amir-Abdollahian, vice-ministro das Relações Exteriores do Irã - Sputnik Brasil
Diplomatas de Rússia e Irã discutem crises saudita e síria
“Vamos por um momento sugerir que o Oriente Médio não pode evitar voltar às fronteiras existentes na época antes da Primeira Guerra Mundial, quando as terras estavam sob controle do Império Otomano,” escreve-se em um artigo publicado no site.

A fonte diz que Israel já por muito tempo mostra interesse nesta fragmentação do território em questão. Parece que atualmente a história se repete e um novo mapa pode aparecer em breve.

De acordo com o site, que cita a mídia turca, famosos especialistas na história árabe moderna se reunirão na Universidade de Princeton, nos EUA, em junho para redesenhar o mapa do Oriente Médio. 

​O que eles vão tomar como um exemplo? Pode ser que o sistema que o Império Otomano aplicou no século XIX, o que significa separação das pessoas por meio de limites naturais determinados de acordo com a sua religião em vez de fronteiras desenhadas sobre papel. 

Quer dizer, o imperialismo atualmente está ganhando força e se aproximando da realidade.

“As conversações planejadas na Universidade de Princeton são muito importantes, pois comprovam que os planos para fragmentar o Iraque e a Síria se datam de há muitos anos e que o novo plano para dividir o Oriente Médio é impulsionado por Israel”, sublinhou o artigo.

Além disso, existe mais uma questão importante. Sugerimos que esta situação terminou, então qual será o próximo país a ser fragmentado e conquistado?

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала