Irã nega que seu embaixador tenha sido convocado para esclarecer críticas a Erdogan

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensRecep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia
Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Irã não confirmou os rumores de que o seu embaixador na Turquia teria sido convocado pela diplomacia turca para prestar esclarecimentos sobre a onda de críticas ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, na mídia iraniana.

O vice-príncipe herdeiro e ministro da Defesa da Arábia Saudita Mohammad bin Salman - Sputnik Brasil
Príncipe saudita descarta confronto direto com o Irã
Na noite da última quinta-feira, o jornal Daily Sabah informou que a Turquia havia chamado o representante da diplomacia iraniana em Ancara, Ali-Reza Bigdeli, para reclamar dos recentes comentários negativos, na imprensa oficial do Irã, sobre a posição do líder turco em relação à atual crise envolvendo Teerã e Riad, desencadeada pela execução do influente clérigo xiita Nimr al-Nimr e de outras 46 pessoas, pela Arábia Saudita, no último sábado (2).

A atuação das autoridades sauditas provocou uma série de protestos pelo mundo. Erdogan, no entanto, se recusou a condenar as execuções, gerando mal-estar no país vizinho.

Nesta sexta-feira, o embaixador iraniano Ali-Reza Bigdeli escreveu em seu Facebook que se encontrou ontem com o diretor de Assuntos Regionais do Ministério das Relações Exteriores da Turquia para discutir detalhes sobre a visita de algumas autoridades turcas ao Irã, aproveitando para destacar o papel desempenhado pela imprensa dos dois países no desenvolvimento das relações bilaterais. No entanto, ele negou que tenha sido convocado por Ancara. 

"Nós também discutimos os principais desenvolvimentos regionais e concordamos sobre a grande importância da cooperação entre o Irã e a Turquia para lidar com os mesmos", afirmou. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала