Pequim conduz novos testes de voo em base recém-construída no Mar do Sul da China

Nos siga noTelegram
Pequim realizou vários voos de teste bem sucedidos em uma base aérea recém-construída no Mar do Sul da China nesta quarta-feira (6).

Dois aviões civis decolaram do Aeroporto de Haikou Meilan, capital da província de Hainan, e pousaram no aeródromo em Yongshu Jiao nas Ilhas Nansha. Eles voaram de volta para Haikou na quarta-feira à tarde.

"O teste da China de uma base aérea recém-construída é nada mais do que um esforço do país para melhor servir as necessidades dos muitos navios e marinheiros que usam uma das rotas marítimas mais movimentadas do mundo", escreveu Wang Haiqing em um artigo para a agência de notícias chinesa Xinhua.

Navio de guerra filipino Sierra Madre que funciona como posto avançado do país para sua reivindicação a banco de areia no Mar do Sul da China reclamado por outras nações. - Sputnik Brasil
Pequim quer Filipinas fora das ilhas no Mar do Sul da China
O governo chinês afirmou que a pista de pouso e decolagem estaria de acordo com as normas da aviação civil e outras instalações melhoradas destinadas a facilitar operações de busca e resgate, prevenção de desastres e segurança da navegação, sem quaisquer objetivos de minar a paz e a estabilidade da região. 

Em vez disso, segundo Pequim, a iniciativa vai aumentar a segurança dos navios no vasto Mar do Sul da China por "facilitar as [operações de] busca e salvamento, prevenção e reduçao de desastres, bem como a pesquisa e a conservação a partir de uma base terrestre chinesa".

Como observado pela mídia chinesa, o aeródromo não deve ser um motivo de preocupação para a comunidade internacional especialmente porque nunca houve qualquer problema em relação à liberdade de navegação e ao sobrevoo no Mar da China do Sul, e porque todos os países estão autorizados a fazê-lo sob a lei internacional.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала