'Deus terrorista': Jornal do Vaticano condena nova capa do Charlie Hebdo

Nos siga noTelegram
Um jornal do Vaticano condenou nesta quarta-feira (6) o semanário satírico francês Charlie Hebdo por retratar Deus como um terrorista armado com uma Kalashnikov.

A capa da última edição da revista, que marca o aniversário do ataque terrorista do Daesh (autodenominado Estado Islâmico)  ao escritório do Charlie Hebdo em Paris – em episódio que deixou 12 mortos –, traz uma imagem do Deus cristão portando um rifle com sangue nas mãos.

A primeira edição (depois do ataque) do semanal satírico francesa Charlie Hebdo - Sputnik Brasil
Charlie Hebdo: passado um ano, nada mudou
Segundo o jornal L'Osservatore Romano, do Vaticano, o uso da imagem de Deus para justificar o ódio é uma "blasfêmia".

O jornal acrescentou que a capa do Charlie Hebdo foi desrespeitosa com adeptos de todas as crenças.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала